Zen Budismo

O Zen Budismo tem suas origens nos ensinamentos de Bodidarma, o vigésimo oitavo Mestre Ancestral da linhagem que se inicia em Xaquiamuni Buda. Emigrando do sub-continente indiano, Bodidarma traz para a China do séc. VI d.C. um olhar bastante particular em relação aos ensinamentos de Buda. Seu feito mais conhecido é ter-se sentado de frente para a parede de uma caverna por nove anos ininterruptos. Sua ênfase na prática da meditação sentada contrastava com a inclinação em direção à discussão teórica e filósofica de textos clássicos, que predominava em muitas outras tradições do budismo.

Os ensinamentos de Bodidarma dão origem a novas linhagens de prática, que depois de muito tempo terminam por influenciar decisivamente o surgimento do Zen no Japão do séc. XII. Para o Zen Budismo, a verdade está na vida cotidiana, e não apenas nas representações que fazemos dela com palavras ou ensinamentos. Dizemos que a realidade é assim como é. Neste sentido, a iluminação não é um objetivo a ser alcançado após longos anos de esforço e de prática meditativa: já somos iluminados, ainda que não saibamos disto, e prática e iluminação não podem ser separadas uma da outra. Este é o sentido da prática zen budista.